quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Perdição


Caindo entre nuvens de fogo
Iluminada pela escuridão do fim
Amada pela desilusão
Sinto-me calma e serena
Como um campo de flores despetaladas
Fugindo de meu mundo caído
Torno-me espectro iludido
no caminho entre dois mundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário